Cancer de Pele


Câncer de pele ou Cancro da pele é um crescimento desordenado de células na pele, que pode ter várias causas, sendo um dos principais longos períodos de exposição aos raios ultravioleta intensos do Sol ou de cabines de bronzeamento artificial. É o tipo mais comum de câncer correspondendo a cerca de 25% de todas as lesões neoplásicas.

O câncer de pele é um tumor formado por células da pele que sofreram alterações e multiplicaram-se de maneira desordenada e normal dando origem a um novo tecido, a neoplasia. Entre as causas que predispõe ao início desta transformação celular aparece como principal agente a exposição prolongada e repetida à radiação ultravioleta do Sol. Outras causas possíveis incluem radiação ionizante, intoxicação por produtos do alcatrão (como por cigarro) e arsênicos e também por danos causados pela baixa imunidade. Possuindo algumas divisões de categorias.

Carcinoma basocelular - Possui translucência pérola, com minúsculos vasos sanguíneos na superfície e às vezes ulceração. O mais comum (75% dos casos) e menos agressivo. Quase sempre aparece no rosto, pescoço ou braços pois são áreas altamente expostas a luz solar. Os carcinomas basocelular são originários da epiderme e dos apêndices cutâneos acima da camada basal, como os pêlos, por exemplo. Possui altos índices de cura, principalmente devido à facilidade do diagnóstico precoce.

Carcinoma espinocelular - Comumente se apresenta como uma área vermelha, com crostas ou escamosa ou inchada. Muitas vezes, um tumor de crescimento rápido que pode ser doloroso. Cerca de 25% dos casos. Assim como o basocelular geralmente não se espalha para outras áreas do corpo. É de fácil diagnóstico e por isso tem altos índices de cura.

Melanoma - A aparência comum é de uma área assimétrica, com bordas irregulares, variação de cor e frequentemente maior que 6 mm de diâmetro. Representa cerca de 5% dos casos de câncer de pele. A incidência tem aumentado cerca de 4 a 6% anualmente. É mais comum em mulheres entre 30 e 79 anos de idade e em indivíduos de cor branca. Quanto menor e menos espesso melhor as chances de cura.