Causas do melanoma


Os principais fatores de risco do melanoma são a pele clara e a exposição ao Sol, uma vez que os raios ultravioletas provocam alterações ou mutações no DNA (por exemplo dimerização de determinadas bases), e as pessoas de pele escura têm melanina que absorve a maioria desses raios UV antes deles provocarem danos. No entanto o melanoma pode surgir em áreas da pele não expostas ao sol e em pessoas de pele muito escura também, porque a melanina não pára todos os raios UV, há alguns raios UV mesmo quando há nuvens e no Inverno, e porque há outros fatores que podem causar o melanoma, como fatores genéticos (susceptibilidade hereditária, responsável por 10% dos casos), e determinados químicos cancerígenos.

O melanoma geralmente tem mais de 8 mm de diâmetro horizontalmente. Pode ser preto, castanho, vermelho, azul ou branco. Pode surgir da pele sã ou de lesões pigmentadas pré-existentes (as "pintas" ou "sinais" de nascença). O melanoma não tem sintomas na sua fase inicial, exceto a irritação cutânea (comichão ou dor) que surge apenas em alguns casos. É freqüente surgir como uma área de um nevo ("sinal") já existente que cresceu, mudou de cor, ganhou contornos irregulares; ou como um novo nevo que surge na vida adulta. Todas essas manifestações são altamente sugestivas de melanoma.